As dificuldades da arte

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

por Lucas Lima


O mais importante e mais completo festival de teatro do país terá a presença e todo o talento da Baixada Fluminense em sua programação neste ano. O Festival de Curitiba chega à sua 19º edição no próximo mês de março, e a Cia Código de Artes Cênicas representará o Rio de Janeiro e a Baixada Fluminense na mostra. “Será a primeira apresentação da Cia Código fora do estado do RJ e logo no festival mais importante do país", comemora o ator Jorge Braga Jr, presidente da Ong Grupo Código, da qual a Cia faz parte. O grupo participará da mostra paralela, que é mais abrangente e espalha diversos espetáculos dos gêneros mais variados por toda a cidade de Curitiba. O grupo da Baixada está analisando a experiência como uma oportunidade de trocar conhecimentos com artistas de todos os cantos do Brasil.



Nos doze dias de festival, o grupo Código realizará quatro apresentações da peça Inimigo do Povo, de Henrik Ibsen, com adaptação de texto e canções compostas pela própria companhia. Dirigido por Bruno W. Medsta e Miwa Yanagizawa, o espetáculo estreou em Japeri, onde fica a sede do grupo, e depois fez uma temporada de oito apresentações no Espaço Cultural Sylvio Monteiro, em Nova Iguaçu.

A montagem da peça “Inimigo” aconteceu por obra do acaso e a companhia abraçou a ideia depois de descobrir a importância do texto de Ibsen, descoberto casualmente por um dos atores do grupo, para a dramaturgia mundial. "Ele se mantém vivo com o passar dos tempos, ainda mais na realidade onde o grupo está inserido", conta Jorge Braga, que coordenou as leituras do texto original no ano de 2008. Foi nesse mesmo ano que o Código fez seu primeiro espetáculo profissional, com o contratação de profissionais na área de figurino, cenário, direção, direção de movimento e iluminação, proporcionado pelo patrocínio da SESC. “O texto foi sendo adaptado por meio de um trabalho coletivo, onde pudemos inserir referências atuais sem perder o espírito da obra original”.

O maior desafio do elenco foi manipular os 16 andaimes que compõem o cenário do espetáculo. “Eles ilustram os ambientes da história ao mesmo tempo que aludem à construção de uma nova empreitada dessa cidade fictícia cujos operários, e condutores do enredo, também são interpretados pelos atores, que se dividem também na interpretação dos personagens da história original”, explica o presidente da ong. Outra dificuldade foi administrar o tempo para os ensaios, que duraram cerca de cinco meses. “Ensaiamos finais de semana inteiros, já que nos outros dias o elenco precisava se dividir e trabalhar em suas ocupações formais, pois como sabemos é muito difícil viver apenas de teatro no nosso país, ainda mais na nossa região”, relembra Jorge Braga.

Desafios

Outros desafios fizeram parte da historia da Cia., que surgiu em Japeri no ano de 2005 a partir das oficinas de qualificação artística ministradas pelo grupo Nós do Morro, dentro do projeto Tempo Livre, organizado pelo SESC RIO. A Cia. reúne jovens atores de quase todas as cidades da Baixada, e já encenou quatro espetáculos: O Código (2005), Censura Livre (2006), Do Lado de Cá (2007) e Inimigo do Povo (2009). O grupo possui também já participou de diferentes festivais no Rio, como Encontrarte, Paschoalino, Festival Nacional de Teatro de Duque de Caxias e Baixada Encena, entre outros. A Cia. ganhou o prêmio especial do júri pela pesquisa de linguagem no I Festival de Esquetes de Niterói, em 2008. O grupo já saiu do circuito da Baixada, tendo se apresentado em cidades do interior do Rio e em eventos como Favela Festa e Sexta Vale Tudo, realizado no Retiro dos Artistas.


Em 2009, com o patrocínio da Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, por meio do edital de Teatro de 2008, realizaram o espetáculo Inimigo do Povo nas cidades de Japeri e Nova Iguaçu, que contou com a direção da atriz e diretora Miwa Yanagizawa em parceria com Bruno W. Medsta (diretor artístico da Cia). Com forte teor crítico, os espetáculos buscam trazer à tona problemas sociais com humor e ironia. Da Cia., surge em 2007, a ONG Grupo Código, hoje Ponto de Cultura, que realiza diversos projetos culturais com o objetivo de promover o acesso à arte e à cultura aos moradores da região.

A espectativa do grupo em relação ao festival é a melhor possível. “Esperamos que este intercâmbio seja bem proveitoso para o fortalecimento das ações da Cia. e própria ong, visto que os alunos atendidos gratuitamente pela instituição se espelham em nossas carreiras para seguir adiante e continuar enfrentando as dificuldades, que não são poucas, de se fazer teatro no país”, afirma Jorge Braga. O grupo também procura um maior reconhecimento pelo trabalho realizado há algum tempo, pois seus integrantes acreditam que assim podem fazer com as autoridades locais percebam a importância de se investir na profissionalização da arte na nossa região.

O grupo precisa de ajuda, pois terá que arcar com as despesas com passagem, alimentação e hospedagem de todos do os integrantes da Cia. “Estamos buscando patrocínio ou pequenas formas de apoio, para viabilizar nossa ida para Curitiba”, conta o presidente da ong. Para arrecadar fundos, o grupo apresentará uma mostra de humor nos próximos dias 27/02 e 13/03 e fará um ensaio aberto do espetáculo Inimigo do povo no dia 06/03. Os eventos acontecem sempre no espaço do grupo, na rua Davi, 397, Nova Belém, em Japeri. Informações para ajuda nos telefones 2670-5825, ou falar com Sérgio Cardoso Jr. (Coordenador da Cia) pelo telefone 9377-2887, ou ainda pelos e-mails: grupocodigo@oi.com.br ou coordenacao.ciacodigodeartescenicas@hotmail.com.

6 Comentários:

Sanaah disse...

Lindo texto, grande história. Saudades do Lucas.

Anônimo disse...

Pena que a arte não é valorizada...

Anônimo disse...

Força Cia Código, força!

Anônimo disse...

Vocês ainda chegam lá, com certzez!!!

Sérgio Cardoso Jr. disse...

Olá! Gostaria de agradecer toda manifestação de carinho para com nossa companhia de teatro. (Obrigado Lucas) Fomos a Curitiba e representamos a Baixada Fluminense muito bem. Fizemos quatro apresentações com bastante brilhantismo. Gostaria também de agradecer aos nossos apoiadores que são: SESC/RIO, Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, Casa do Construtor e Fornecedora de pães - Panco.

Aos que ainda não contribuem com a cultura, nossa indiferença. Entre estes: PREFEITURA MUNICIPAL DE JAPERI.

Envio em seguida o link do Festival de Curitiba:
http://www.youtube.com/user/festivalcuritiba2010?feature=mhw4#p/u/7/tPNayVn3QGg

Sérgio Cardoso Jr. disse...

Gostaríamos também de agradecer a fotografa do espetáculo "Inimigo do Povo" Andréa Rocha - ZBR Comunicações. Pelo lindo registrado nesta foto acima.

Postar um comentário

 
 
 
 
Direitos Reservados © Cultura NI