Leite do samba

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

por Nany Rabello

Uma pequena multidão deve se formar na tarde desta sexta-feira no entorno da Praça Zumbi, em Comendador Soares. É que vai ser de lá que vai sair, às 16h30, o bloco Vem Sambando que Eu Dou Leite, organizado pelos responsáveis pelo programa do Leite da Prefeitura de Nova Iguaçu.

Será a segunda vez que o bloco, que surgiu como uma brincadeira entre amigos, vai sair. O nome é uma referência explícita ao projeto no qual trabalham seus integranges. "São vocês que dão leite?", perguntam as pessoas por onde passam esses jovens que usam a caixa de leite doada pela Prefeitura para aproximar o governo da população.



O Vem Sambando que eu Dou Leite deu um grande salto de qualidade do ano passado para cá e somente uma catástrofe impedirá que supere as cerca de 100 pessoas que acompanharam o bloco pelas ruas de Austin no ano passado. "No ano passado não se gastou quase nada com o bloco", conta Márcia Vieira, uma das responsáveis pelo bloco. "A gente juntou três reais de cada um, estampou a camisa e fez uma bagunça."

O motivo para que o bloco tenha esmerado na organização está na competitividade do grupo, que ficará frustrado se não abiscoitar um dos três prêmios oferecidos pela Prefeitura para os melhores blocos da cidade. "Quando descobrimos que há um concurso, começamos a pensar mais alto e nos organizar melhor”, diz Márcia Vieira. Para conquistar o carnaval, os integrantes do bloco conseguiram patrocínios, como o do Sítio da Paz e do Alerta Verde, abadás, organizaram melhor quem participa e trouxeram o bloco para um bairro mais movimentado.

O Vem Sambando que eu Dou Leite é divulgado nos shows do grupo de pagode em que toca o coordenador Wallace, bem como no trabalho dos agentes do leite. O bloco promete agitar muita gente e animar a tarde desta sexta-feira dos moradores de Comendador Soares, além, é claro, de quem vai buscar de quem dá o leite da população.

Quem quiser - e puder - começar o carnaval de 2010 nesta tarde de sexta-feira, eis a letra da música do bloco, escrita por Aurélio Rocha:



Numa terça-feira

Começamos a trabalhar

Em Carlos Sampaio

O primeiro a cadastrar

Eu subi morro

Eu desci morro

Eu fui a pé

Cadastrei tia Maria

E seu Zé

Passado um mês a fila começou

Gritei seu Zoom o povão chegou (ô)

Passado um mês a fila começou

Gritei seu Zoom o povão chegou (ô)

Eu tiro, eu tiro, eu tiro, eu tiro leite

Eu tiro leito do caminhão

Eu tiro, eu tiro, eu tiro, eu tiro leite

Eu tiro leite com a própria mão

Vem sambando que eu dou leite

Vem sambando que eu dou leite

Sem o rebolado não, parado não

Vem sambando que eu dou leite

E quem samba sai do chão

O nosso bloco tem uma turma pra valer

Já ganhamos eleição e vamos ganhar você

O nosso leite já tentaram proibir

Mas somos fortes e o leitinho ta aqui.

Vem sambando que eu dou leite

Vem sambando que eu dou leite

Sem o rebolado não, parado não

Vem sambando que eu dou leite

E quem samba sai do chão

1 Comentários:

Sanaah disse...

ksoaksoaksoaksoa Adorei o enredo. Parabéns Nany, fechou com chave de ouro. Beijinhos.

Postar um comentário

 
 
 
 
Direitos Reservados © Cultura NI