O que vai ser do mendigo queimado?

segunda-feira, 19 de abril de 2010

por Jefferson Loyola




Uma noite de premiação e diversão. Assim foi este  domingo no Espaço Cultural Sylvio Monteiro, localizado no Centro de Nova Iguaçu, onde ocorreu a apresentação dos curtas vencedores nas mostras Competitiva Nacional e da Baixada do III Iguacine. Apesar da tensão pela espera do resultado, o público que superlotou o teatro riu bastante com as piadas que os mais engracidinhos não paravam de contar.


Duas torcidas organizadas foram compostas no momento em que começaram a contar os votos dos curtas da Mostra Competitiva da Baixada. Os filmes “O que vai ser?” e “Mendigo” deixaram todos em um êxtase quase inspirado no curta “Loucura suburbana”, de Philipp Figueroa, exibido no mesmo dia.

Quem estava à frente da torcida do filme “O que vai ser?” era o engraçadissimo Vitor Lopez, produtor executivo e ator do curta. “Para não, ném”, gritou ele quando Cris Brás, diretora da Escola Livre de Cinema e organizadora do evento, anunciou um dos votos para o curta “Parô”. A plateia veio abaixo. 

O que vai ser do mendigo queimado?”, disse uma das senhoras na plateia, fazendo um trocadilho com três filmes que estavam concorrendo na mostra. Enfim, depois de muitas gritarias das duas torcidas, o curta “O que vai ser?”, ganhou com quase o dobro de votos para “Mendigo”, o segundo colocado. Esta foi a hora de Elaine Cristina, produtora do filme vencedor e uma das organizadoras do Iguacine, gritar, pular e chorar de felicidade.

Todas as loucuras, demonstradas pelo excesso de felicidade, se misturaram e tornaram-se completamente normais. Após o termino e vários “Upiiii, ahaiiiii” de Vitor Lopez, a alegria continuou a imperar no Sylvio Monteiro, mas do lado de fora do teatro. Em uma das mesas ocorria uma discussão em relação “à Bíblia do jogo”, termo dito por uma das integrantes em relação à regra do jogo Uno. “Vocês estão jogando Uno aqui?”, espantou-se Rebeca Vargas, uma das organizadoras do evento.

Até mesmo o Secretário de Cultura de Nova Iguaçu, Marcus Vinicius Faustini, entrou no clima. Com uma câmera e um microfone, saiu perguntando para todos presentes as mais variadas perguntas, algumas bastante estranhas. “Como você amarra o tênis?” e “Qual seu habito mais estranho?”. A noite de premiação da terceira edição do Iguacine foi uma grande festa e um sucesso. Vale lembrar, porém, que o Iguacine só termina na próxima quarta.

3 Comentários:

Elaine disse...

Pois é, Não consegui me conter e pulei muito quando " O que vai ser? " ganhou o 1° prêmio da Noite, de juri popular, mas quando ganhamos o 2º.. nossa.. foi um estado de espírito que ainda não existe palavra pra explicar. Nosso filme ganhou ainda um premio muito importante pra nós, Visibilidade. E agora o que vai ser? com o prêmio.. Sugiro uma outra matéria de vocês pra cobrir isso. O que acham ?

Obrigado Jefferson pela exepcional matéria. Aguardo retorno.

Elaine Cristina
Produtora Cultural e Produtora do Filme "O que vai ser?".

Vitor Lopes disse...

Adorei meu sobrenome com z. rsrsrsr. Sempre quis experimentar essa vibe, mas nunca tive coragem de seguir em frente. Pior é que ficou super caliente... :p

Tony Prado disse...

Eu ri muuuuito... a premiação foi quase tão engraçada quanto o curta e a matéria ficou muito show ;P

Postar um comentário

 
 
 
 
Direitos Reservados © Cultura NI